Ricardo

Ricardo

Adquira o livro

Adquira o livro
Valor R$ 30,00 - Informações nceara@hotmail.com

Peça já o Livro

Peça já o Livro

OS MELHORES DO ANO ESPORTE SERÃO HOMENAGEADOS EM DEZEMBRO


Será realizado no dia 15 de dezembro, a partir das 19h30, no Auditorio da Pos Graduação da Zootecnia da Unesp – Campus Botucatu, em Rubião Junior, o 28º Prêmio “Os Melhores do Ano no Esporte/2021”. O evento, que faz parte do calendário oficial do município, é realizado por Nivaldo Ceará Eventos Esportivos.

Neste ano serão homenageadas aproximadamente 100 pessoas, entre atletas, dirigentes e personalidades que incentivaram o esporte botucatuense neste ano. “Vamos homenagear os destaques em diversas modalidades, como atletismo, futsal, jiu-jitsu, karatê, natação, skate, entre outras”, informou Nivaldo Ceará, acrescentando que a realização do evento é uma forma de incentivar a prática do esporte em nossa cidade e homenagear esses verdadeiros heróis anônimos que engrandecem o nome da cidade.

Aos poucos os indicados estão sendo definidos por representantes de modalidades e em breve os nomes deverão ser divulgados pela organização. “Também não podemos esquecer o lado social. Vamos fazer arrecadação de litros de leite que serão destinados ao Fundo Social de Solidariedade”, informou Nivaldo Ceará, organizador do evento.

O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu, Stockcar Som e Acessórios, ATFPMB, UNIFAC, Brasa Bike, Claus Sports, Pizza Frita Semião, Equilub Super Troca de Óleo, Clinica de Olhos Dr. Daniel Parente, Se7e Bet apostas esportivas, Eletti Informática e TV Alpha.

Continue...

Volei de Botucatu fica em terceiro na Retomada Esportiva


A equipe masculina adulta de voleibol da Associação Polo Cuesta de Botucatu disputou no domingo (28), em Lençóis Paulista, o evento denominado de Retomada Esportiva, organizado pela Secretaria Estadual de Esportes.

A competição reuniu as equipes de Botucatu, Lençois Paulista, Lins, Bariri, Cafelândia e Itatinga. O time botucatuense garantiu o terceiro lugar ficando atrás de Bariri (campeão) e Cafelândia (segundo colocado).

A equipe formada com atletas das categorias de base do projeto Vôlei10 (mantido pela CMDCA) e o participantes escolhidos na seletiva solidária realizada em outubro, teve um excelente resultado, mesmo com pouco tempo treinamento, já demonstrou que pode ir mais além com um maior entrosamento, afirmou o técnico da Equipe o Professor André Carvalho. 

A Associação Polo Cuesta de Voleibol agradece a parceria da Secretaria Municipal de Esportes de Botucatu e aos patrocinadores que apoiaram a Equipe Adulta: Comercial Bartoli, Academia Workout, BotuAlarmes, UNOPAR, VIBE e Vânia Santana.

Continue...

Campeões do Arena Cross 2021 são definidos no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP)

 nthony Rodriguez (Pró), Pepê Bueno (AX2), Kevyn de Pinho (65cc) e Heitor Matos (50cc) faturam o título da temporada 2021

Anthony Rodriguez, campeão da Pró(Duda Bairros / Arena Cross)

A 23ª edição do Arena Cross conheceu neste domingo (28/11) os campeões da temporada, finalizada no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP). Anthony Rodriguez (Pró), Pepê Bueno (AX2), Kevyn de Pinho (65cc) e Heitor Matos (50cc) faturaram o título de 2021. Foram dois dias de disputas, que contaram com a participação de pilotos internacionais dos Estados Unidos, como Tyler Bowers, Cade Clason e Henry Miller; da Inglaterra, como Adam Chatfield; além de representantes de Portugal, Venezuela e Equador, e da presença de público e fãs que assistiram de perto às corridas.Outra atração da Super Final foi a pista, montada pela primeira vez na história do evento em uma área indoor, de alto nível técnico construída pelo inglês Justin Barclay, responsável pelos traçados do Campeonato Mundial de Motocross, entre eles o GP do Brasil, realizado no Beto Carrero, em Penha (SC), eleito como a melhor etapa da temporada 2012 e 2013.Categoria PróA principal classe do evento contou com duas baterias, além de pontos extras do Duelo 1x1, entre os dois melhores do classificatório. O venezuelano Anthony Rodriguez (KTM) venceu a batalha contra Hector Assunção (Honda), cruzou a linha de chegada na frente na primeira prova do dia e, devido a uma queda, fechou em terceiro a corrida final, suficiente para somar 113 pontos e consagrar-se campeão. “Foi uma corrida muito legal. Eu mesmo que perdi a última prova, com uma escorregada da roda dianteira. Isso acontece com a pressão de uma decisão. Estou muito grato e contente que ganhei esse título”, destaca o piloto que está em sua segunda temporada no país. O vice-campeonato ficou com Assunção, único brasileiro que subiu ao pódio no fim de semana na categoria.Categoria AX2A corrida foi intensa e eletrizante do início ao fim. Três pilotos podiam ser campeões. Trocas de posições e quedas marcaram a prova, vencida mais uma vez por Enzo Lopes (Yamaha). Como era um piloto convidado, não pontuava pelo campeonato. Sendo assim, o título ficou com Pepê Bueno (Yamaha), quarto colocado na bateria. “Não fiz uma boa largada e tive que me recuperar rápido. Também não estou na minha melhor forma, venho lutando contra uma depressão e estava sem treinar. Acordei bastante motivado e decidido que esse número um seria meu. Trabalhei muito para chegar aqui. Agradeço a todos os meus companheiros de equipe e minha família que estiveram comigo nessa missão”, evidencia Bueno, que também tem no currículo do título do Arena Cross na 65cc em 2009. Leonardo Souza (Honda) foi o vice-campeão.Categoria 65ccÚnico campeão invicto entre as quatro categorias do Arena Cross, Kevyn de Pinho (KTM) novamente venceu a prova com facilidade e levou o troféu de campeão. “Ano passado não fiz uma boa temporada, tive algumas quedas, mas este ano eu fui muito bem. Foi o melhor da minha vida aqui no Brasil. Quero agradecer a todos que me assistiram e torceram por mim”, ressalta o garoto de 12 anos, que mora nos Estados Unidos, mas que disputa as competições aqui no país. Gustavo Torres finalizou o campeonato na segunda colocação.Categoria 50ccPela classe que reúne os pilotos mais jovens do campeonato, entre cinco a nove anos, Heitor Matos (Husqvarna) começou a corrida abrindo vantagem, disposto a conquistar o título invicto. Porém, uma queda no final impediu o seu objetivo, mas não tirou o mérito do campeão de 2021. “Estou feliz com o título. Venci em Caraguatatuba, ganhei aqui em São Paulo no sábado. Na corrida final, caí bem na última volta. Aí o Guilherme [Valle] me passou. Eu até tentei chegar nele, mas não consegui e terminei em segundo”, conta o piloto de oito anos. Valle venceu a prova e conquistou o vice-campeonato na categoria.O Arena Cross 2021 tem patrocínio da Honda, Pro Honda, Monster Energy, além do copatrocínio da KTM e Kawasaki. O evento conta com a parceria da Prefeitura de São Paulo e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME). O apoio é da revista Pró Moto, revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e Liga Nacional de Esportes a Motor (Linem). Classificação Final do CampeonatoPró1º - Anthony Rodriguez #127 – 113 pontos - Venezuela2º - Hector Assunção #30 – 99 pontos - Brasil3º - Paulo Alberto #1 – 91 pontos - Portugal4º - Humberto Martin “Machito” #101 – 82 pontos - Venezuela5º - Jetro Salazar #60 – 72 pontos - EquadorAX21º - Pepê Bueno #97 – 52 pontos2º - Leonardo Souza #45 – 46 pontos3º - Gabe Gutierres #491 – 40 pontos4º - German Bratschi #146 – 37 pontos5º - Gabriel Andrigo #10 – 32 pontos65cc1º - Kevyn de Pinho #52 – 60 pontos2º - Gustavo Torres #712 – 51 pontos3º - Gabriel Cirino #81 – 43 pontos4º - Zian Bertchold #17 – 31 pontos5º - Matheus Oliveira #5 – 28 pontos50cc1º - Heitor Matos #300 – 57 pontos2º - Guilherme Valle #274 – 52 pontos3º - Bruno Palmieri #91 – 37 pontos4º - Rafael Caoni #353 – 32 pontos5º - Jonnas Azzi #17 – 32 pontosResultados – Cinco primeirosSoma Corridas Pró1º - Paulo Alberto #1 – 37 pontos - Portugal2º - Anthony Rodriguez #127 – 37 pontos - Venezuela3º - Hector Assunção #30 – 33 pontos - Brasil4º - Cade Clason #78 – 26 pontos - Estados Unidos5º - Tyler Bowers #87 – 21 pontos - Estados Unidos1ª Corrida Pró1º - Anthony Rodriguez #127 - Venezuela2º - Paulo Alberto #1 - Portugal3º - Hector Assunção #30 - Brasil4º - Cade Clason #78 - Estados Unidos5º - Henry Miller #129  - Estados Unidos2ª Corrida Pró1º - Paulo Alberto #1 - Portugal2º - Hector Assunção #30 - Brasil3º - Anthony Rodriguez #127 - Venezuela4º - Cade Clason #78 - Estados Unidos5º - Tyler Bowers #87 - Estados UnidosCorrida AX21º - Enzo Lopes #802º - Gabe Gutierres #4913º - German Bratschi #1464º - Pepê Bueno #975º - Leonardo Souza #45Corrida 65cc1º - Kevyn de Pinho #522º - Gustavo Torres #7123º - Matheus Oliveira #54º - Gabriel Cirino #815º - Lucas Matos #900Corrida 50cc1º - Guilherme Valle #2742º - Heitor Matos #3003º - Bruno Palmieri #914º - Rafael Caoni #3535º - Jonnas Azzi #17




Continue...

Atletas da Miquinho garantiram 12 medalhas em Mundial de Jiu-Jitsu


A galera da Miquinho Jiu-Jitsu disputou no final de semana, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, do Mundial de Jiu-Jitsu, realizado pela IFS-CBJJE.

Os atletas da Miquinho garantiram 12 medalhas, sendo 6 de prata e 6 de bronze. As medalhas de prata foram conquistadas por Anderson Melo (Miquinho Porangaba), Angelo Gabriel (Miquinho Botucatu), Luiz Prestes      (Miquinho Botucatu Pardinho), Jessé Theodoro(Miquinho Botucatu Pardinho), Gabriel Camilo (Miquinho Avaré) e Marcio Vieira (Miquinho Avaré). Já as medalhas de bronze foram conquistadas por Rafael Girotto              (Miquinho Avaré), Luiz Fernando Motta (Miquinho Avaré), José Wilklinson (Miquinho Botucatu), Reginaldo Feliciano (Miquinho Porangaba), Tamires Rodrigues (Miquinho Botucatu Pardinho) e Katiane Mariano (Miquinho Bofete).

Continue...

Equipe de Atetismo de Botucatu conquista titulo paulista




A equipe de atletismo do Projeto Instituto Suman, desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes, participou no domingo (28), na Arena Olimpica – Centro de Excelência Esportiva de Atletismo, em São Bernardo do Campo, do Campeonato Paulista de Atletismo – Sub-14.

Os atletas comandados pelos professores Màrio Vasques, Marcelo D’Arcadia e Silmara Modesto brilharam e garantiram o titulo por equipes da competição, que fechou o calendário da Federação Paulista em 2021.

Botucatu garantiu o titulo somando 157 pontos contra 129 do Grêmio Esportivo Brasil e 101 pontos do Centro Olimpico de Treinamento Pesquisa.

No Feminino, o Clube dos Bancários de Marília conquistou o primeiro lugar, com 74 pontos, seguido do Grêmio Esportivo Atletismo Brasil (70 pontos) e Fundo de Assistência ao Esporte (59 pontos).

Já no masculino, Botucatu subiu no lugar mais alto do pódio, com 112 pontos; em segundo, o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa  (67 pontos) e fechando com Selai Ilha Bela, com 60 pontos.

Confira o desempenho dos atletas de Botucatu:

2.000m Marcha Atlética

1º Kayke Cardoso Romero

2º Cristian Henrique Augusto Da Silva

 

Lançamento do Disco

8º Mariana Da Silva E Silva

 

Salto em distancia

6º Julho Cesar Breve Pereira

 

Arremesso de peso

4º Kaike Lopes de Carvalho Carlos

6º Matheus Scardueli Capela

 

800m

4º Cristian Henrique Augusto Da Silva

7º Kayke Cardoso Romero

 

800m

8º Kamilly Vitória Ferreira da Silva

 

Salto com vara

1º Joao Pedro De Oliveira Gonçalves

 

Lançamento do Martelo

1º Ayira Ferreira de Jesus Leme

 

80m com barreiras

4º Julia Gabrielly Baptista Ruiz

 

150m

5º Julho Cesar Breve Pereira

 

Arremesso de peso

3º Mariana Da Silva E Silva

 

Lançamento do Disco

5º Kaike Lopes de Carvalho Carlos


 

Revezamento 5x80m

3º lugar Masculino

3º lugar Feminino

 

Lançamento do Dardo

1º Joao Pedro De Oliveira Gonçalves

 Luis Gabriel Da Silva Araújo

 

Salto em Altura

6º Eduardo Henrique Poiato Gouveia

Continue...

Vamos falar de esportes 68

Continue...

Batalha entre brasileiros e estrangeiros agita Super Final do Arena Cross 2021

 Pavilhão do Anhembi, em São Paulo, recebe competição internacional neste fim de semana (27 e 28/11)

Batalha entre brasileiros e estrangeiros na Super Final do Arena Cross(Tiago Lopes / Arena Cross)

A Super Final do Arena Cross, neste sábado e domingo (27 e 28/11), promete fortes emoções na pista montada no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP). A decisão da temporada 2021 reunirá pilotos brasileiros e estrangeiros, incluindo convidados, que vão acelerar em busca das vitórias nas corridas deste tradicional campeonato off-road do país.A competição conta com quatro categorias: Pró (acima de 16 anos e motos até 450cc), AX2 (de 14 a 23 anos e motos até 250cc), 65cc (de 7 a 12 anos) e 50cc (de 5 a 9 anos). Nas classes infantis, Kevyn de Pinho e Heitor Matos estão na ponta do ranking da 65cc e 50cc, respectivamente. Nesta última, destaque também para Alicia Sagae, que largou na frente na primeira etapa e agitou as arquibancadas em Caraguatatuba (SP).Pela principal categoria, a Pró, o venezuelano Anthony Rodriguez (KTM) é o líder com 37 pontos, três a mais que o brasileiro Hector Assunção (Honda), campeão de 2019. Cada um venceu uma bateria na etapa de abertura e estão determinados em superar todas as adversidades para buscar o título de 2021.Com um problema no cotovelo, Rodriguez não tem participado de outras provas para se poupar para a Super Final do Arena Cross. “Quero muito ganhar e estou guardando as energias para esta decisão que vai estar bem disputada. Já tinha como adversário o Hector, que estava bem forte na primeira etapa, e agora terá também mais gringos. Será um grande show”, conta Rodriguez.Vice-líder da categoria, Hector Assunção também está animado com esta decisão. “Vai ser um evento muito bacana, cheio de estrangeiros e com a pista mais técnica. Eu gosto bastante disso e estou bem empolgado para disputar lado a lado com esses pilotos. Eles já estão acostumados com esses circuitos mais difíceis e vou com tudo para buscar mais esse título”, ressalta Assunção.Na lista de estrangeiros confirmados na Pró estão os representantes dos Estados Unidos, como Tyler Bowers, tetracampeão do Arena Cross USA; Cade Clason, que tem pódio no Canadense de Supercross e participações no Main Event do AMA Supercross; e Henry Miller, que acumula experiências no AMA Pro Motocross. Já o inglês Adam Chatfield correu por muito tempo no Brasil e tem o título do Arena Cross de 2012 e do Brasileiro de Motocross de 2013 na MX1. Jetro Salazar (Equador) e Humberto Martin (Venezuela) são os pilotos de fora que estão radicados há anos no país.Atual campeão do Arena Cross na categoria Pró, o português Paulo Alberto (Yamaha) já participa do campeonato desde 2013. “Vai ser um evento diferenciado por ser dentro do pavilhão. Sem dúvida, teremos um grande espetáculo, em uma pista de alto nível, construída pelo inglês Justin Barclay. A presença de gringos aqui é muito bacana e eleva o nível dos pilotos nacionais”, lembra o dono do título de 2020.Do lado brasileiro, a categoria Pró conta também com Fábio Santos, Caio Lopes, Ricardo Carneiro, Gustavo Pessoa, Rafael Faria, Jean Ramos e Lucas Dunka, atual bicampeão da AX2.

Em relação à categoria até 23 anos e para motos 250cc, o brasileiro Enzo Lopes se junta ao grupo que tem Pepê Bueno (Yamaha) na liderança, com 20 pontos. “As expectativas são as melhores. Comecei vencendo a abertura, que foi muito bom pra mim. Estou bastante confiante para essa final. Vou tentar manter o foco e me concentrar para tentar levar o título para casa”, comenta Bueno.Leonardo Souza (Honda), terceiro colocado da AX2 em 2020 e atual quarto lugar na classificação, é outro que está de olho no título. “Estou bem feliz com essa etapa que promete ser muito boa. Vamos fazer alguns treinos finais nesta semana mais específicos. Estou bem confiante para essa etapa e quero brigar pelo campeonato até a última volta”, finaliza Souza.

O Arena Cross 2021 tem patrocínio da Honda, Pro Honda, Monster Energy, além do copatrocínio da KTM e Kawasaki. O evento conta com a parceria da Prefeitura de São Paulo e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME). O apoio é da revista Pró Moto, revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e Liga Nacional de Esportes a Motor (Linem). 



Continue...

Prova 165 anos Luz de Botucatu aconteceu no domingo (21)



Os atletas Willian Ferreira Vaz, da equipe Claus Sports, e Leidiane Miorando, da equipe Amigos do Mirinho, foram os vencedores da tradicional Corrida 165 Anos Luz Botucatu. A prova foi realizada no domingo (21) nas ruas centrais da cidade com um percurso de 5km.

No masculino, William foi o vencedor com o tempo de 17 minutos e 2 segundos seguido por Danilo Thomaz (Saia do Sofá) e Bruno Pereira de Almeida (Saia do Sofá). Em quarto lugar ficou Marildo José Barduco (Claus Sports) e em quinto ficou Fernando Camargo Lopes (M Athletics).

No feminino, Leidiane foi a campeã ao completar a prova em 20 minutos e 30 segundos. Na segunda colocação ficou Vanilda Gonçalves de Oliveira e em terceiro lugar ficou Silmara Izidoro Modesto. Flavia Aparecida de Morais foi a quarta colocada e Fernanda Gabriel Rocha chegou em quinto lugar.

Confira os vencedores das categorias:

14 a 16 anos

Feminino

1ª Rafaela Mendes Tavares

 

Masculino

1º Murilo Henrique Nunes Baldi

2º Davi Soares Bonfim

3º Gustavo de Oliveira Mendonça

 

17 a 19 anos

Feminino

1ª Isabella Miranda

 

Masculino

1º Fernando Pereira Ambrosio

2º Lucas Lins de Souza

3º Natan Soares Bonfim

 

20 a 24 anos

Feminino

1ª Giovana Chiarada

2ª Debora Oliveira

3ª Caroline Cristina Pinto Souza

 

Masculino

1º Henrique Wendel de Oliveira

2º Carlos Eduardo Junior

3º Cleiton H. O. Souza

 

25 a 29 anos

Feminino

1ª Aline Guimarães Vieira Pinto

2ª Mariana Zechel Cervato

3ª Geovana Patricia de Camargo

 

Masculino

1º Everton Costa

2º Cassiano Narciso

3º Neilton Paulo Bezerra

 

30 a 34 anos

Feminino

1ª Nathalia Cristina Said

2ª Maysa Santos da Silva

3ª Laura Trevizo França

 

Masculino

1º Daniel de Jesus Motolo

2º Cleiton Iglecia Catharino

3º Everton Nunes dos Santos

 

35 a 39 anos

Feminino

1ª Fernanda Bollini Silva Fioreto

2ª Daniele Anjos de Colla

3ª Patricia Aparecida da Silva Oliveira

 

Masculino

1º Adriano Dalberto da Silva

2º Douglas Aparecido Machado

3º Felipe Rafael Silvestre

 

40 a 44 anos

Feminino

1ª Juliana Cristina Jorge Costa

2ª Cintia Morosini

3ª Rafaela Seloto Meneghin

 

Masculino

1º Adilson Luiz

2º Richard Luiz Miorando

3º Alexandre de Oliveira

 

45 a 49 anos

Feminino

1ª Roseli Machado

2ª Silvia Helena Rodrigues Cardoso

3ª Sidneia Cristina Gomes

 

Masculino

1º Mario Nogueira Bruder

2º Mario Augusto Maia

3º Luiz Saramento Junior

 

50 a 54 anos

Feminino

1ª Ivone Aparecida Paulino Manzano

2ª Dulcilene Aparecida Favero

3ª Rosana de Fátima Goes dos Santos

 

Masculino

1º Claudemir José Baldi

2º Geraldo Barbosa C. Junior

3º Marcelo de Oliveira Gomes

 

55 a 59 anos

Feminino

 Maria da Consolação Sales

2ª Seleta Maria Barbosa Frederico

3ª Nilce Maria de Camargo Calonego

 

Masculino

1º Manoel Mauro Bilá da Silva

2º José Carlos Rodrigues

3º Daniel Ramos Parente

 

60 a 64 anos

feminino

1ª Celia de Fatima Florian

2ª Solange Ap. Magri de Carvalho

3ª Silvia A. Rodrigues

 

Masculino

1º Leonel Benedito Soler

2º Milton Dias de Aguiar

3º Oswaldo dos Santos

 

65 a 99 anos feminino

1ª Nilva Escaliante Mancino

2ª Rosa Maria Mendonça Okuno

3ª Aparecida de Oliveira Fernandes

 

65 a 69 anos masculino

1º Sebastião Aparecido Ferreira

2º Renê Andreasi Junior

3º Adilson Soldeira Gonçalves

 

70 a 74 anos

1º José Carlos Mioni

2º Luis Antonio Montanha

3º Roberto Colauto

 

75 a 99 anos

1º Luiz Carlos Cassinelli

2º Maury Torres da Silva

3º Antonio Carlos Pereira

Continue...

Ginastas de Botucatu garantem medalhas em Copa Estadual de Ginástica Ritmica

Yasmin Maia venceu na sua categoria

Bruna ficou em terceiro lugar

Isadora também foi a terceira colocada

Alunas do projeto social desenvolvido pelo Instituto Bethel em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes, participaram no final de semana, da Copa Estadual de Ginástica Ritmica, promovida pela Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo. A competição foi realizada de forma on line e reuniu mais de 300 ginastas de várias cidades.

As alunas orientadas pela professora Karen Galli se deram bem e garantiram resultados importantes na competição. Na categoria Pré Infantil (9 e 10 anos) aparelho mãos livres, a ginasta Isadora Gabriel garantiu o terceiro lugar entre 48 atletas. Isabela Reis foi a 18ª colocada, Olivia Godoy Ignacio ficou em 19º e Beatriz Bebiano ficou em 26º lugar.

Na categoria Infantil aparelho bola iniciante, Lauren Bruder Iachel foi a 10ª colocada. Yasmin Maia mais uma vez brilhou e garantiu o titulo na categoria Infantil aparelho bola nível avançado com a nota 25.500.

Já na categoria Juvenil aparelho massas, Bruna Keller ficou em 6º lugar, Stefani Honorio foi a 18ª e Giovani Bozoni foi a 19ª entre 55 ginastas. Por fim, na categoria Senior aparelho fita, Bruna Langeli ficou na terceira colocação.

Continue...

vamos falar de esportes 67

Continue...

Final do A-35 acontece no domingo (21)

Domingo (21) é dia de decisão no futebol varzeano de Botucatu. O palco da decisão do Campeoanto A-35 (evento que reúne jogadores com idade acima de 35 anos) será o campo do complexo esportivo “Herois do Araguaia” na região do Monte Mor.

Amizade FC e Saideira FC vão se enfrentar em busca do titulo da competição à partir das 9 horas. Nas semi-finais, o Amizade eliminou o Granada enquanto o Saideira venceu a AA Ferroviária. As duas equipes estão invictas na competição, com 4 vitorias. A equipe do Amizade FC marcou 13 gols e sofreu 4, enquanto o Saideira FC balançou as redes 9 vezes e sofreu 6 gols. De acordo com o regulamento, caso a partida termine empatada, o campeão será conhecido através das cobranças de penalidades máximas.

Continue...

Semi-finais da Série "A" acontecem no domingo em Botucatu

Serão definidos no próximo domingo (21) os finalistas da Série “A” do Campeonato Botucatuense de Futebol Varzeano. A competição está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Esportes.

Os jogos semi-finais serão realizados no campo da Vila Maria, Estádio “Lourival Prearo”. No primeiro jogo, às 8h30, se enfrentam SE Beira Rio e Monte Mor FC. Em seguida, às 10h30, jogam Amigão FC e Cuesta FC. De acordo com o regulamento, caso alguma partida termine empatada no tempo normal, o classificado será definido através de cobranças de penalidades máximas.

Continue...

Botucatuenses garantiram medalhas no Brasileiro de Karatê



A equipe de karatê do Dojo Kazoku de Botucatu  disputou no domingo (14), em São Paulo, o 28º Campeonato Brasileiro de Karatê Inrerestilos – modalidade de Katá. Os botucatuenses, orientados pelo sensei José Pacheco, garantiram 8 medalhas, sendo 2 de ouro, 1 de prata e 5 de bronze.

As medalhas foram conquistadas por Caroline Ribeiro (campeã brasileira), Murilo Santi (campeão brasileiro), Maria Clara Campos (viced-campeã brasileira), Beatriz Gothardi (bronze), João Vitor Augusto (bronze), Guto Cardoso (bronze), Giovani Cavalari (bronze) e Matheus Mendonça (bronze).

A equipe de Botucatu conta com o apoio da Associação Atlética Ferroviária e Secretaria Municipal de Esportes.

Continue...

Super Final do Arena Cross terá participação de mais pilotos estrangeiros

 Quatro novos competidores dos Estados Unidos e Inglaterra confirmam presença na decisão da temporada 2021, que será realizada no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo; Brasileiro Enzo Lopes também disputará a prova

Cade Clason, piloto dos EUA(Divulgação)

A expectativa é grande para a Super Final do Arena Cross. A decisão da temporada 2021, nos dias 27 e 28 de novembro, no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP), contará com a participação de mais pilotos estrangeiros no gate da principal categoria: a Pró. Mais quatro nomes internacionais confirmaram presença: Adam Chatfield, da Inglaterra, que já fez várias temporadas no Brasil, além de Tyler Bowers, Cade Clason e Henry Miller, dos Estados Unidos, que competem aqui pela primeira vez. O brasileiro Enzo Lopes, representante do país em provas de supercross e motocross no exterior, também estará na disputa da categoria AX2.Os currículos desses pilotos são de peso. Adam Chatfield tem o título do Arena Cross de 2012 e do Brasileiro de Motocross de 2013 na MX1; Tyler Bowers é tetracampeão do Arena Cross USA; Cade Clason tem pódio no Canadense de Supercross e participações no Main Event do AMA Supercross. Já Henry Miller acumula experiências no AMA Pro Motocross.Assim, eles se juntam aos outros pilotos, o que deve apimentar mais a competição. Dos 15 que integram a Pró, oito são de fora do país. Nomes como o equatoriano Jetro Salazar, o português Paulo Alberto, os venezuelanos Humberto Martin e o atual líder da categoria, Anthony Rodriguez já são bem conhecidos do público. Pelo lado brasileiro estão confirmados Hector Assunção, Fábio Santos, Caio Lopes, Ricardo Carneiro, Gustavo Pessoa, Rafael Faria e Jean Ramos.Há mais de cinco anos sem correr no Brasil, o gaúcho Enzo Lopes está animado com esse retorno. “Como dizem, o bom filho à casa torna. Estou muito feliz em voltar a correr no Brasil na final do Arena Cross. Não tenho palavras para agradecer todos que fizeram isso possível. Tenho um carinho imenso pela minha casa e minha nação. Conto com a presença de todo mundo nas arquibancadas e nos boxes para assistir às corridas”, destaca Lopes, tricampeão do Arena Cross, com dois títulos na Júnior em 2013 e 2014 e um na 50cc em 2009.“A Super Final do Arena Cross 2021 promete um grande show de pilotagem para o público. A chegada de mais pilotos estrangeiros aumenta ainda mais o nível técnico da prova e agita também a torcida pelos competidores nacionais. É isso o que a gente quer proporcionar: grandes disputas e muita emoção do início ao fim de cada corrida”, diz Carlinhos Romagnolli, diretor geral do Arena Cross.Conheça um pouco mais dos novos pilotos estrangeiros que estarão na Super Final do Arena Cross 2021: 

Adam Chatfield – InglaterraCampeão Brasileiro de Motocross na MX1 em 2013Campeão do Arena Cross Brasil em 2012Campeão inglês de Arena CrossTyler Bowers – Estados UnidosTetracampeão do Arena Cross USA (2011-2014)3 vezes pódio no Supercross Americano na 450SX 1 vitória no Supercross na categoria 250SX, 4 pódios e 11 vezes top 5Mais de 30 vezes campeão Nacional Amador de Motocross do AMA

Cade Clason – Estados UnidosPódio Canadense de Supercross3º lugar na Tríplice Coroa Canadense10 vezes no Main Event AMA Supercross 20214 vezes 17º lugar no AMA Supercross14º no Ironman AMA MotocrossHenry Miller – Estados Unidos16º lugar no AMA Pro Motocross 201918º lugar no AMA Pro Motocross 20202 vezes top 10 AMA Pro Motocross 450ccO evento seguirá todas as normas de segurança e prevenção à Covid-19 estabelecidas pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de São Paulo, como uso de máscara obrigatório e distanciamento social nos locais pré-determinados.O Arena Cross 2021 tem patrocínio da Honda, Pro Honda, Monster Energy e copatrocínio da KTM. O evento conta com a parceria da Prefeitura de São Paulo e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME). O apoio é da revista Pró Moto, revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e Linem (Liga Nacional de Esportes a Motor). 



Continue...

vamos falar de esportes 66

Continue...